Crescimento Capilar e Fortalecimento – PantoBIO


Indicado para crescimento e fortalecimento capilar,  reduz a perda de cabelos e melhora na estrutura dos fios, trazendo vida e força aos cabelos danificados.

Apresentação: Frasco contendo 60 cápsulas gelatinosas

R$43,00

Simulação de frete

O Crescimento Capilar e Fortalecimento – PantoBIO é um composto rico em vitaminas essenciais para organismo, onde a deficiência dessas moléculas pode levar a intercorrências indesejadas como o enfraquecimento capilar e a queda dos fios. Ele exerce um efeito positivo sobre o crescimento dos cabelos e das unhas, sendo indicado na perda de cabelos, e para a melhora da estrutura dos fios, trazendo vida e força aos cabelos danificados.

Na composição do Crescimento Capilar e Fortalecimento – PantoBIO encontramos:

PIRIDOXINA – A piridoxina conhecida como vitamina B6 é conhecida por ter influência direta no crescimento do cabelo. “A falta desse ativo no corpo pode causar alopecia, uma doença que leva à redução parcial ou total dos fios em determinadas regiões da cabeça”, conta. Além disso, sua presença é essencial para o funcionamento do metabolismo do corpo, para a regulação hormonal, e para metabolizar os alimentos e transformá-los em energia. Outra ação importante realizada pelo ativo é a melhora da circulação no couro cabeludo, área onde os fios nascem e se desenvolvem. O resultado será fios mais fortes e saudáveis. Com o uso frequente da vitamina B6 será possível perceber a melhora na queda do cabelo, além de crescimento acelerado.

QUERATINA – Queratina (do grego Kéras que significa chifre) ou ceratina é uma proteína secundária, sintetizada por muitos animais para formar estruturas do corpo, como pele, cabelo e unhas. As células queratinizadas tem a função de formar uma barreira física, impermeabilizando e protegendo o organismo das agressões do meio ambiente, como atrito, sol, chuva, e ventos. Tem efeito sobre o crescimento de cabelos e unhas, indicado nos casos de perda difusa dos cabelos (perda de cabelo por razões desconhecidas), alterações degenerativas na estrutura do cabelo (cabelo enfraquecido, fino, não maleável, sem vida, opaco e sem cor), danificados pela luz do sol e radiação UV e nas desordens no crescimento das unhas (unhas quebradiças, rachadas e pouco maleáveis).

ACIDO AMINOBENZOICO (PABA) – A falta do PABA pode levar a depressão, fadiga, distúrbios gastrointestinais, perda de cabelo, irritabilidade, colorações desiguais na pele. A ação fotoprotetora do PABA se deve ao seu poder de absorver os raios UVB. Já na estrutura do cabelo o PABA, atua nas ligações cruzadas de dissulfeto dos fios, unindo cadeias de proteínas, que dão ao cabelo sua força. Sua ação fotoprotetora também funciona nos fios. É indicado para fotoproteção, prevenção de problemas de pele causados pela radiação, prevenção e tratamento da queda capilar, e suplementação de folato.

CISTINA – Aminoácido importante para a saúde dos cabelos, unhas e da queratina da pele. Auxilia na formação de colágeno, promovendo assim a textura do cabelo, a elasticidade da pele e unhas saudáveis. É um componente importante da pele e do cabelo, é responsável pela sua textura e flexibilidade devido à sua ação antioxidante.

TIAMINA – Conhecida como Vitamina B1, não está diretamente associada à saúde do cabelo, entretanto, essa vitamina combate o estresse, um dos principais motivos da queda de cabelo. Logo, pode ser coadjuvante na prevenção da perda dos fios.

LEVEDURA MEDICINAL (LEVEDURA DE CERVEJA) – O levedo de cerveja é um fermento inativo, obtido por meio da levedura Saccharomyces cerevisiae. Ele é fonte de minerais como o ferro, fósforo, potássio, cromo e zinco, além de rico em vitaminas do complexo B – importantes para manter o equilíbrio e bom funcionamento do organismo. Quando o assunto é a beleza dos cabelos, das unhas e da pele, a levedura estimula o crescimento e fortalecimento.

PANTOTENATO DE CALCIO – Conhecido também como Vitamina B5, atua como fonte de ácido pantotênico nas deficiências nutricionais gerais, como prevenção da queda de cabelos, em muitas dermatites e também no vitiligo. Por via tópica atua como hidratante e regenerador da epiderme.

VITAMINA E – A vitamina E é um termo genérico aplicado a um grande número de compostos naturais ou sintéticos. A vitamina E ou Tocoferol, é um poderoso antioxidante que combate os efeitos dos radicais livres e retarda o envelhecimento precoce. Além disso, equilibra os níveis de colesterol, melhora a saúde da pele e dos cabelos e auxilia na circulação sanguínea, aumentando a absorção de oxigênio, que, por sua vez, ajuda o organismo na produção de cabelo novo.

GÉRMEN DE TRIGO – O trigo é o cereal mais rico em vitamina E. O trigo possui ação tônica, fortificante, revitalizante, complemento vitamínico, emoliente, nutritivo e estimulante, produz um aumento da vitalidade dos vasos capilares.

 

 

  • Principais Indicações do Crescimento Capilar e Fortalecimento – PantoBIO:
    • – Crescimento capilar;
    • Diminuição da queda capilar;
    • – Aumento do volume;
    • – Fortalecimento dos fios;
    • – Nutrição e elasticidade aos fios.
  • Composição do Crescimento Capilar e Fortalecimento – PantoBIO:
    • Piridoxina – 60mg
    • Queratina – 20mg
    • Ácido Aminobenzoico – 20mg
    • Cistina – 20mg
    • Tiamina – 60mg
    • Levedura medicinal – 100mg
    • Pantotenato de Cálcio – 60mg
    • Vitamina E – 50mg
    • Germen de Trigo – 200mg
    • Excipiente qsp – 1 cápsula

Modo de Usar o Crescimento Capilar e Fortalecimento – PantoBIO: Uso oral – Tomar 1 cápsula 2 vezes ao dia. Tratamento de 3 a 6 meses.

Peso 65 g
Dimensões 10 × 5 × 5 cm

1-) Codigo: 3585

2-) Nome: PantoBIO Capilar

3-) Descrição Indicado para crescimento e fortalecimento capilar.

            3.1-) Apresentação: Frasco contendo 60 cápsulas gelatinosas

 

4-) Informações sobre o produto:

            4.1-) Para que serve?

O PantoBIO Capilar é um composto rico em vitaminas essenciais para organismo, onde a deficiência dessas moléculas pode levar a intercorrências indesejadas como o enfraquecimento capilar e a queda dos fios. Ele exerce um efeito positivo sobre o crescimento dos cabelos e das unhas, sendo indicado na perda de cabelos, e para a melhora da estrutura dos fios, trazendo vida e força aos cabelos danificados. Em sua composição, está presente:

 

PIRIDOXINA – A piridoxina (vitamina B6) é utilizada nos tratamentos e na prevenção dos estados de carência da vitamina no organismo, no tratamento de certos distúrbios metabólicos, na depressão e outros sintomas associados a STPM (Síndrome da Tensão Pré-menstrual) e ao uso de anticoncepcionais. É uma vitamina hidrossolúvel, envolvida principalmente no metabolismo dos aminoácidos e também no metabolismo glicídico e lipídico, necessária também para a formação da hemoglobina. A deficiência de piridoxina em humanos é rara, mas pode ocorrer em determinadas situações, como por exemplo nos tratamentos com isoniazida.

 

QUERATINA – Queratina (do grego Kéras que significa chifre) ou ceratina é uma proteína secundária, sintetizada por muitos animais para formar estruturas do corpo, como pele, cabelo e unhas. Possui uma estrutura tridimensional de alfa-hélice (alfaqueratina), constituída por cerca de 15 aminoácidos, principalmente de um aminoácido sulfurado denominado cisteína. Essas estruturas ocorrem porque os aminoácidos da queratina interagem entre si através de ligações de hidrogênio e ligações covalentes bissulfito (-S-S-) denominadas ligações cisteídicas que conferem a forma da proteína. Sua estrutura lhe confere aparência fibrosa, sendo formada por microfilamentos com características de resistência, elasticidade e impermeabilidade à água. As células queratinizadas tem a função de formar uma barreira física, impermeabilizando e protegendo o organismo das agressões do meio ambiente, como atrito, sol, chuva, e ventos. A queratina atua diminuindo as dores, sensação de peso nas pernas e inchaço por melhorar a circulação venosa. Tem efeito sobre o crescimento de cabelos e unhas, indicado nos casos de perda difusa dos cabelos (perda de cabelo por razões desconhecidas), alterações degenerativas na estrutura do cabelo (cabelo enfraquecido, fino, não maleável, sem vida, opaco e sem cor), danificados pela luz do sol e radiação UV e nas desordens no crescimento das unhas (unhas quebradiças, rachadas e pouco maleáveis).

 

ACIDO AMINOBENZOICO (PABA) – Paba é um constituinte básico do folato, o qual é convertido em folato por bactérias intestinais. Também ajuda na assimilação do ácido pantotênico, que explica sua ação benéfica aos cabelos. Esse antioxidante ajuda a proteger contra as queimaduras solares, por reduzir a absorção dos raios ultravioleta –b (UV-B), mais precisamente na faixa 280 a 320nm, com pico de absorção em 290nm. Consequentemente previne o câncer de pele. A falta do PABA pode levar a depressão, fadiga, distúrbios gastrointestinais, perda de cabelo, irritabilidade, colorações desiguais na pele. A síntese de folato inicia-se com a formação do ácido dihidropteroico proveniente da junção da piperidina e PABA; Essa reação é catalisada pela enzima dihidropteroato sintase. Posteriormente o ácido junto com a Glutamina se condensam, para formar a dihidrofolato (DHF), esta molécula é reduzida em ácido tetrahidropeteroico, formando o folato propriamente dito. A ação fotoprotetora do PABA se deve ao seu poder de absorver os raios UVB. Já na estrutura do cabelo o PABA, atua nas ligações cruzadas de dissulfeto dos fios, unindo cadeias de proteínas, que dão ao cabelo sua força. Sua ação fotoprotetora também funciona nos fios. É indicado para fotoproteção, prevenção de problemas de pele causados pela radiação, prevenção e tratamento da queda capilar, e suplementação de folato.

 

CISTINA – Cistina é um aminoácido alifático, normalmente utilizado como suplemento alimentar. Dietas baixas de metionina em conjunto com suplemento de cistina tem sido usado no tratamento de homocistinúria congênita. A Cisteína tem a função de intervir na desintoxicação em combinação com outros aminoácidos, anulando o efeito tóxico de muitas substâncias.  Indispensável para a formação da pele, promove a recuperação de operações cirúrgicas atuando nos processos de cicatrização, e também auxilia em tratamentos de doenças da pele. (psoríase e eczema). Além dessas funções, a L-cistina é muito importante na síntese da insulina, e melhora também distúrbios respiratórios, como bronquite.

 

TIAMINA – A Vitamina B1, também conhecida como Tiamina A, é uma vitamina do complexo B, solúvel em água e é responsável por fazer parte de diversos processos enzimáticos. A Tiamina é essencial para a metabolização de carboidratos e aminoácidos. Os sintomas da falta desta vitamina são manifestados em curto período de tempo, menos de um mês, com alguns sintomas como fraqueza, ataxia e dormência nas extremidades. Em grande período de tempo, pode levar a outras doenças mais graves. A vitamina B1 é indicada em tratamentos de deficiência de Tiamina; Beribéri ou encefalopatia de Wernicke; Gravidez e a lactação; Alcoolismo crônico; Síndrome de Wernicke-Korsakoff; Neurite e a polineurite; diferentes síndromes dolorosas, como dores reumáticas, algias da zona ou algias dos amputados, algias dos cancerosos e dos artríticos, crises de enxaqueca, nevralgias dentárias; Repelente anti-mosquitos (em consequência da sua eliminação cutânea).

 

LEVEDURA MEDICINAL (LEVEDURA DE CERVEJA) – É um fermento inativo resultante do processo de fermentação da cevada, é uma das maiores fontes naturais de vitaminas do complexo B e de proteínas, com a vantagem de não possuir colesterol e gordura, característicos das proteínas de origem animal. O levedo de cerveja contém alto teor de proteínas, fibras e vitaminas. A levedura de cerveja é um alimento precioso e um remédio milenar. Já assim a considerava Hipócrates, o “Pai da Medicina”, bem como os monges das confrarias medievais, que a empregavam nas curas de muitos males, principalmente nas chagas e furunculoses. As leveduras são fungos ascomicetos, cogumelos microscópicos, que se multiplicam ordinariamente por gemulação, conformando, assim, longas fiadas de células (cada uma é um ovóide com a dimensão de 8 a 10 milésimos de milímetro), como as contas de um rosário. O gênero Saccharomyces compreende várias espécies, de que uma das principais é a levedura de cerveja (Saccharomyces cerevisae). É, de longe, a mais apreciada e a mais rica em termos alimentares. Provindo do malte, assegura as proteínas necessárias e completas em todos os aminoácidos, sendo, por isso, ideal para os que não se alimentam de carne. A levedura de cerveja é rica em proteínas (45 a 50%) muito digeríveis, possuindo todos os aminoácidos indispensáveis à vida (histidina, arginina, lisina, triptofano, alanina, leucina, isoleucina, cistina, cistaína, glicina, ácido aspártico, ácido glutâmico, fenilalanina, treonina, metionina, tirosina, valina, prolina, serina, etc), glúcidos, auxonas (complexo T), vitaminas (sobretudo do grupo B) e minerais (principalmente fósforo, ferro 3, potássio, cálcio, magnésio, silício, cobre, zinco, selénio, crómio, alumínio). Possui, igualmente, em quantidades consideráveis, lípidos (5 a 20%: estearina, palmitina, ácido aracínico), lecitinas, numerosos esteróis (os principais: ergosterol 4 e zimosterol), enzimas ou diástases (zimases, invertina, maltase, fosfatases, etc). O Levedo de Cerveja tem muitas funções no organismo, mediadas por seus componentes, que são muitas vitaminas e aminoácidos essenciais para o corpo humano. Está particularmente indicada nos casos de diabetes (devido ao alto teor em glutation – um péptido sulfurado (composto de ácido glutâmico, cisteina e glicocola), que exerce ação preponderante em todos os fenômenos biológicos e, em particular, nas reações de oxido-redução, nos processos de desintoxicação e de resistência às infecções), furunculose, acne e demais problemas de pele, gravidez, anemias, atrasos de crescimento e desenvolvimento, afecções do sistema linfático (intoxicações e infecções), arteriosclerose, doenças artríticas e alcoolismo. É um excelente reconstituinte e protetor do sistema nervoso. Possui ação reguladora das glândulas endócrinas, como a tiróide, o pâncreas, as suprarrenais, as gônadas. É um tônico geral cardíaco e circulatório. Favorece a assimilação dos alimentos, equilibra e regenera a flora intestinal e é um notável protetor hepático (indicada nos estados pré-cirróticos e nas degenerescências adiposas do fígado). É muito adequada aos desportistas, aumentando-lhes a resistência, favorecendo o trabalho muscular e promovendo a eliminação de toxinas residuais.

 

PANTOTENATO DE CALCIO – O Pantotenato de cálcio (vitamina B5) é uma vitamina hidrossolúvel alifática que se utiliza principalmente em forma de sal de cálcio, a qual é mais estável e depois se transforma no ácido no interior do organismo, tendo a mesma atividade. Encontra-se em muitos alimentos como a carne, os legumes e os cereais integrais, ovos, leite, frutas e as verduras. Faz parte da coenzima A, essencial no metabolismo de hidratos de carbono, gorduras e proteínas. Atua como fonte de ácido pantotênico nas deficiências nutricionais gerais (embora estas deficiências sejam raras), como prevenção da queda de cabelos, em muitas dermatites e também no vitiligo. Por via tópica atua como hidratante e regenerador da epiderme.

 

VITAMINA E – A vitamina E é um termo genérico aplicado a um grande número de compostos naturais ou sintéticos. O mais importante são as substâncias mais ativas e amplamente distribuídas na natureza. Os tocoferóis apresentam quatro isômeros com diferentes atividades farmacológicas. Dos quatro tocoferóis (alfa, beta, gama, delta), o alfa é o mais eficaz. Ao contrário das outras vitaminas lipossolúveis, é armazenada no organismo durante um período relativamente curto, (semelhante ao complexo B e à vitamina C), razão pela qual o acúmulo não costuma ser observado. O uso da vitamina E é necessário à conservação dos músculos, à integridade do SNC e à desintoxicação dos tecidos. É eficaz na prevenção de doenças cardiovasculares, contra efeitos da poluição e no alívio da tensão pré-menstrual. Por via tópica, tem ação antioxidante e retarda tanto a formação de peróxidos como a oxidação de lipídios, retardando assim, o envelhecimento cutâneo. Possui ainda, ação umectante e é usada em cosmiatria, geralmente associada a vitaminas A e D. É indicada para prevenção do envelhecimento celular, e tratamento de estados carências de vitamina E, e também como antioxidante e umectante.

 

GÉRMEN DE TRIGO – O trigo é o cereal mais rico em vitamina E. O grão se divide em três partes: casca, endosperma e germe, sendo que a maior concentração desta vitamina encontra-se no germe. O óleo de germe de trigo é obtido por compressão a partir dos fragmentos de germe moídos. Este óleo, além de rico em vitamina E, possui sais minerais e ácidos graxos insaturados, que são de vital importância na prevenção de doenças. O óleo de germe de trigo possui ação tônico, fortificante, revitalizante, complemento vitamínico, emoliente, nutritivo e estimulante. A vitamina E contida nele possui inúmeras funções. Por ser uma vitamina lipossolúvel desempenha sua função nas membranas celulares, exercendo principalmente ação protetora da camada fosfolipídica. Desempenha um efeito benéfico nos problemas coronarianos e na aterosclerose, prevenindo a oclusão de vasos. Quando associada à vitamina C, a vitamina E produz um aumento da vitalidade dos vasos capilares. O óleo de germe de trigo favorece o aumento da irrigação sanguínea a nível da derme, melhorando a nutrição das células, prevenindo o ressecamento e rugas da pele. É indicado como fitoterápico em casos de estresse físico, aterosclerose, problemas cardiovasculares, distrofia muscular, insônia, carências de vitamina E, distúrbios da menopausa e menstruais. Como Fitocosmético, tem grande utilidade em produtos para o corpo e rosto incorporado em loções hidratantes, cremes faciais, cremes de massagem, óleos de banho, produtos pós-sol e sabonetes, indicado para peles e cabelos secos que necessitam regeneração, nutrição e elasticidade.

 

            4.2-) Principais Indicações?

  • – Crescimento capilar;
  • – Diminuição da queda capilar;
  • – Aumento do volume;
  • – Fortalecimento dos fios;
  • – Nutrição e elasticidade aos fios.

 

            4.3-) Contra Indicações?

Insuficiência hepática ou renal grave, anúria, cistinúria, casos de hipoprotrombinemia devido à deficiência de vitamina, anemia por deficiência de ferro, hipersensibilidade a algum dos componentes contidos na fórmula. Contudo, a venda é realizada sob prescrição de profissional habilitado, podendo este ser o nosso farmacêutico de acordo com a Resolução 586/2013 do Conselho de Farmácia. Consulte-o!

 

            4.4-) Referências Bibliográficas

  • – Literatura do Fornecedor
  • – BATISTUZZO J.A.de O. Formulário médico Farmacêutico 3ª ed. São Paulo: Pharmabooks Editora, 2006.

 

5-) Composição:

  • Piridoxina – 60mg
  • Queratina – 20mg
  • Ácido Aminobenzoico – 20mg
  • Cistina – 20mg
  • Tiamina – 60mg
  • Levedura medicinal – 100mg
  • Pantotenato de Cálcio – 60mg
  • Vitamina E – 50mg
  • Germen de Trigo – 200mg
  • Excipiente qsp – 1 cápsula

6-) Modo de Usar: Uso oral – Tomar 1 cápsula 2 vezes ao dia. Tratamento de 3 a 6 meses.

7-) Validade: 6 meses

8 -) Advertências:

  1. Nunca compre medicamento sem orientação de um profissional habilitado.
    2. Imagens meramente ilustrativas.
    3. É necessário uma dieta e exercícios físicos para auxiliar a redução de peso.
    4. Pessoas com hipersensibilidade à substância não devem ingerir o produto.
    5. Em caso de hipersensibilidade ao produto, recomenda-se descontinuar o uso e consultar o médico.
    6. Não use o medicamento com o prazo de validade vencido. Qualquer dúvida entre em contato com a Biopharma.
    7. Manter em temperatura ambiente (15 a 30ºC). Proteger da luz, do calor e da umidade. Nestas condições, o medicamento se manterá próprio para o consumo, respeitando o prazo de validade indicado na embalagem.
    8. Todo medicamento deve ser mantido fora do alcance das crianças.
    9. Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica.
    10. O uso do medicamento durante o período de amamentação também não é recomendado.
    11. Este medicamento não pode ser partido ou mastigado.
    14. Este medicamento não deve ser utilizado por menores de 18 anos sem orientação médica.
    15. “SE PERSISTIREM OS SINTOMAS, O MÉDICO DEVERÁ SER CONSULTADO”.

Perguntas e respostas

Ainda não há perguntas.

Faça uma pergunta

Sua pergunta será respondida pela loja ou por outro cliente.

Agradecemos sua pergunta!

Sua pergunta foi recebida e será respondida em breve.

Erro

Warning

Ocorreu um erro ao gravar sua pergunta. Entre em contato com o administrator do site. Informações adicionais:

Adicionar uma resposta

Agradecemos sua resposta!

Sua resposta foi recebida e será publicada em breve.

Erro

Warning

Ocorreu um erro ao gravar sua pergunta. Entre em contato com o administrator do site. Informações adicionais: