, ,

Fórmula Inibidora da Aromatase (Ginecomastia)


A Fórmula Inibidora da Enzima Aromatase (Ginecomastia) tem por principal característica a ação de inibir o processo que transforma testosterona em estradiol, bloqueando a enzima aromatase, a qual atua no processo de conversão da testosterona em estradiol.

Apresentação: Frasco contendo 30 cápsulas gelatinosas

R$81,00

Simulação de frete

A Fórmula Inibidora da Aromatase (Ginecomastia) tem por principal característica a ação de inibir o processo que transforma testosterona em estradiol, bloqueando a enzima aromatase, a qual atua no processo de conversão da testosterona em estradiol, principalmente em homens após os 30 anos de idade, onde há um declínio natural na produção deste hormônio.

A Fórmula Inibidora da Aromatase ( Ginecomastia) é composta por:

  • Crisina:  É um extrato natural ainda mais poderoso comparado com a maioria dos medicamentos anti-aromatase (aromatização). A Crisina (5,7-dihidroxiflavona) é o nome químico da molécula de isoflavona, é um potente bloqueador da enzima aromatase, em outras palavras, a Crisina minimiza ou reduz a conversão da testosterona em estrógeno ou DHT (diidrotestosterona). A Crisina apresenta ação inibidora da aromatase e parece ter atividade fitoestrogênica, antioxidante e ansiolítica. Considerada uma “isoflavona anabólica”, pelo seu efeito antiestrógeno, aumenta a produção de testosterona impedindo a conversão em estrogênio. Quando a concentração ou o nível de testosterona no sangue atinge certo nível, converter-se em outras substâncias menos anabólicas.
  • Zinco: O zinco (Zn) é um mineral traço essencial que exerce inúmeras funções no organismo humano. Participa da composição substancial de mais de 200 enzimas, é necessário para a síntese de ácidos nucleicos (DNA e RNA) e também serve como estabilizador de algumas proteínas. Homens com ginecomastia geralmente apresentam valores plasmáticos de zinco menores que aqueles que não possuem esta condição. Essa associação é explicada devido ao potencial inibidor de aromatase do mineral, inibe a conversão do hormônio sexual masculino (testosterona) em estradiol (hormônio sexual feminino).
  • Quercetina: A Quercetina apresenta propriedades anti-inflamatórias, anticarcinogênica, tem atividade antiviral e melhora o sistema imunológico. É também hepatoprotetora e gastroprotetora. Entre suas principais ações, destaca-se o seu poder de remover os radicais livres, exercendo um papel citoprotetor em situações de risco de dano celular.
  • Picnogenol: O pycnogenol pode ter diversas funções no organismo, mas sua principal característica é seu alto potencial antioxidante. Os antioxidantes são compostos químicos que têm a capacidade de combater os radicais livres, prevenindo ou diminuindo danos às células. Esses danos celulares causados pelos radicais livres estão associados a diversas doenças, como câncer, infarto e Alzheimer.O extrato de pycnogenol também pode auxiliar no tratamento de problemas circulatórios, asma, alergias, pressão alta, osteoartrite, dores musculares, diabetes, endometriose, TPM e disfunção erétil.
  • Saw Palmeto: Saw Palmetto está indicado em casos de alopecia androgênica, prostatite, hiperplasia benigna de próstata (HBP), em adenomas benignos da próstata, e nos processos inflamatórios associados a sintomas urológicos, tais como: retenção urinária, mictúria, e alteração do fluxo urinário, que são características clínicas da HBP. Alguns estudos tem demonstrado que o extrato de Serenoa repens pode inibir a atividade da enzima 5a-redutase e, que muito provavelmente, os compostos responsáveis por este efeito são os fitoesteróis, em particular o ß-sitosterol e stigmasterol presentes nesta planta. Este fitoterápico apresenta compostos que agem inibindo a atividade da 5a-redutase impedindo a formação da di-hidrotestosterona (DHT).

 

Principais Indicações da Fórmula Inibidora da Aromatase:

  • Inibição da aromatase;
  • Aumento da testosterona;
  • Aumento da massa muscular;
  • Aumento da libido;
  • Prevenção da ginecomastia.

 

Composição da Fórmula Inibidora da Aromatase

  • Crisina – 250mg
  • Zinco – 30mg
  • Quercetina – 100mg
  • Picnogenol – 50mg
  • Saw Palmeto – 160mg
  • Excipiente qsp – 1 capsula

 

Modo de Usar: Uso oral – Tomar 1 capsula ao dia

Advertências
1. Nunca compre medicamento sem orientação de um profissional habilitado.
2. Imagens meramente ilustrativas.
3. Pessoas com hipersensibilidade à substância não devem ingerir o produto.
4. Em caso de hipersensibilidade ao produto, recomenda-se descontinuar o uso e consultar o médico.
5. Não use o medicamento com o prazo de validade vencido.
6. Manter em temperatura ambiente (15 a 30ºC). Proteger da luz, do calor e da umidade. Nestas condições, o medicamento se manterá próprio para o consumo, respeitando o prazo de validade indicado na embalagem.
7. Todo medicamento deve ser mantido fora do alcance das crianças e animais domésticos.
8. Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica.
9. Siga corretamente o modo de usar. Não desaparecendo os sintomas, procure orientação médica.
10. O uso do medicamento durante o período de amamentação também não é recomendado.
11. Este medicamento não deve ser utilizado por menores de 18 anos sem orientação médica.
12. Os resultados dependem da correta utilização do produto, conforme descrito na posologia.
13. “SE PERSISTIREM OS SINTOMAS, O MÉDICO DEVERÁ SER CONSULTADO

Peso 37 g
Dimensões 8 × 5 × 5 cm

1-) Codigo: 4471

2-) Nome: Fórmula Inibidora da Enzima Aromatase (Ginecomastia)

3-) Descrição: Indicado para inibir a degradação da testosterona

            3.1-) Apresentação: Frasco contendo 30 cápsulas gelatinosas

 

4-) Informações sobre o produto:

            4.1-) Para que serve?

A Fórmula Inibidora da Enzima Aromatase (Ginecomastia) tem por principal característica a ação de inibir o processo que transforma testosterona em estradiol, bloqueando a enzima aromatase, a qual atua no processo de conversão da testosterona em estradiol, principalmente em homens após os 30 anos de idade, onde há um declínio natural na produção deste hormônio. Em sua composição, está presente:

 

CRISINA – A Crisina pertence à classe flavona de bioflavonoides. É encontrada naturalmente em várias espécies de plantas, incluindo espécies do gênero Pelargonium, Passiflora e da família Pinaceae. A CRISINA é extraída principalmente a partir da planta Passiflora caerula. É um extrato natural ainda mais poderoso comparado com a maioria dos medicamentos anti-aromatase (aromatização). A Crisina (5,7-dihidroxiflavona) é o nome químico da molécula de isoflavona, é um potente bloqueador da enzima aromatase, em outras palavras, a Crisina minimiza ou reduz a conversão da testosterona em estrógeno ou DHT (diidrotestosterona). A Crisina apresenta ação inibidora da aromatase e parece ter atividade fitoestrogênica, antioxidante e ansiolítica. Considerada uma “isoflavona anabólica”, pelo seu efeito antiestrógeno, aumenta a produção de testosterona impedindo a conversão em estrogênio. Quando a concentração ou o nível de testosterona no sangue atinge certo nível, converter-se em outras substâncias menos anabólicas. Pode ser utilizado em tratamentos de celulite e/ou gordura localizada, distúrbios hormonais que levam a alterações fisiológicas na pele como acne, manchas e envelhecimento precoce. Em estudos controlados descobriu-se que a Crisina é similar em potência e efetividade a um inibidor da aromatase utilizado clinicamente para o tratamento de pacientes com carcinoma estrogênio-dependente. Além disso, tem efeito ansiolítico similar ao do Diazepam, sem, entretanto, causar sedação e relaxamento muscular. É indicada para ansiedade, controle da retirada da morfina, quimioprotetor em doenças cardiovasculares e câncer, antioxidante, fitoestrogênico e efeito protetor para terapia de reposição hormonal (inibe a aromatase da androstenediona e testosterona em estrógenos).

 

ZINCO – O mineral zinco está presente em todas as partes do corpo e tem múltiplas funções. Ajuda a curar ferida e é componente importantíssimo de muitas reações enzimáticas. O zinco é vital para o funcionamento saudável de muitos sistemas do organismo. É especialmente importante para a saúde da pele e essencial para um sistema imunológico saudável e para a resistência a infecções. O zinco tem várias funções. Seu papel é crucial no crescimento e na divisão das células, quando é necessário na síntese de proteínas e de DNA, na atividade da insulina, no metabolismo dos ovários e testículos e no funcionamento do fígado. Como componente de muitas enzimas, está ligado ao metabolismo de proteínas, carboidratos, lipídios e energia. Acredita-se que a suplementação de zinco possa auxiliar no tratamento de problemas de pele como acne e eczema, problemas da próstata, anorexia nervosa, alcoolismo e possa ajudar pessoas que sofreram traumas ou passaram por cirurgias. Dentre outras indicações: suprir deficiência dietética nas patologias onde há deficiência de zinco; crescimento e reprodução celular; maturação sexual; fertilidade e reprodução; dermatites e dermatoses de várias etiologias; pruridos, eczemas úmidos e escoriações; melhora o paladar; acelera a cicatrização de feridas e queimaduras.

 

QUERCETINA – A quercetina, o mais abundante flavonóide presente na dieta humana, representa cerca de 95% do total dos flavonóides ingeridos. Está presente nos vegetais, frutas e sucos. São encontradas altas concentrações de quercetina em maçãs, cebolas, chá e vinho tinto. A Quercetina apresenta propriedades anti-inflamatórias, anticarcinogênica, atua no sistema imunológico, tem atividade antiviral, reduz o efeito da formação de cataratas nos diabéticos, é hepatoprotetora e gastroprotetora. Há inúmeras aplicações na medicina principalmente nos tratamentos de problemas circulatórios e capilares, incluindo inflamações de qualquer tipo. Entre suas principais ações, destaca-se o seu poder de remover os radicais livres, exercendo um papel citoprotetor em situações de risco de dano celular. A Quercetina demonstrou inibir in vitro a oxidação da lipoproteína de baixa densidade (LDL) por macrófagos e reduzir a citotoxidade da LDL oxidada. Junto com a vitamina C, demonstrou efeitos sinérgicos na função antioxidativa. O ácido ascórbico age como um redutor da oxidação da Quercetina, de maneira que combinados, a vitamina C permite uma sobrevivência maior do flavonóide para cumprir suas funções antioxidativas. Por outro lado, a Quercetina protege a vitamina E da oxidação, com a qual também apresenta efeitos sinérgicos. A mesma propriedade antioxidante descrita anteriormente é suficiente para reduzir o risco de morte por doenças e danos cardíacos. Neste sentido, a Quercetina demonstrou diminuir a incidência de infarto do miocárdio e derrames cerebrais em pessoas da terceira idade. Também demonstrou efeitos vasodilatadores na aorta isolada de ratos, efeitos antitrombóticos (por uma ligação seletiva na parede plaquetária) e diminuiu as lesões de reperfusão do miocárdio. Devido à inibição da peroxidação lipídica, a Quercetina protege o endotélio da destruição local por prostaciclina e o fator de relaxamento derivado do endotélio. No mecanismo antioxidante sobre a peroxidação lipídica da Quercetina, está envolvida a via do ácido araquidônico o qual implica uma atividade anti-inflamatória paralela.

Outras atividades: Atividade Antitumoral – Um dos mecanismos de ação da Quercetina como agente antiproliferativo de células tumorais é através de sua capacidade antimutagênica e de seu poder antioxidante. Atividade Imunológica – Diferentes estudos têm constatado o fortalecimento do sistema imunológico, em especial no trato gastrointestinal, a partir da administração de Quercetina. Também demonstrou-se ter poder estabilizador nos mastócitos impedindo a ação da histamina durante as reações alérgicas e inibindo a formação de leucotrienos. Tem evidenciado, também, um efeito antifúngico em cultivos de Candida albicans, um fungo oportunista que pode surgir em quadro de imunodepressão. Atividade Antiviral – Demonstrou-se poder interferir com a infectividade e replicação de adenovírus, coronavírus e rotavírus em cultivos celulares. Efeitos na Formação de Catarata em Diabetes – Como é conhecida, a catarata é uma complicação relativamente comum em quadros de diabetes. Entre os mecanismos de ação descobriu-se que a enzima aldolase-reductase tem papel gerador de catarata. Diferentes experiências demonstraram atividade inibitória da Quercetina sobre esta enzima, que seria do tipo não-competitiva e uma das mais potentes entre os diferentes agentes inibidores testados.

 

PICNOGENOL (PINUS PINASTER) – É indicado no tratamento de veias varicosas, telangiectasias, distúrbios do fluxo microcirculatório cerebral e cardíaco e na alteração da fragilidade capilar. Também exerce efeito benéfico no linfoedema, alteração da função visual, alteração das células endoteliais e da matriz proteoglicana, aumenta a resistência do colágeno e da elastina contra a degradação pela colagenase e elastase. Combate radicais livres devido ao seu forte poder antioxidante. É indicado em afecções respiratórias como sinusite, rinite, faringite, gripe, resfriado, bronquite e asma. Efeito anti-aging e tratamento de melasma. Um estudo realizado com 50 pacientes com enxaqueca crônica avaliou o potencial benéfico do extrato de casca de Pinus e vitamina C. Foi avaliada uma fórmula antioxidante de 1.200 mg de extrato de casca de Pinus e 150 mg de vitamina C por dia durante 3 meses. Os resultados foram: Vinte e nove pacientes (58%) tiveram uma diminuição no número de dias de dor de cabeça ao longo dos 3 meses de tratamento. Os participantes que continuaram tomando extrato de casca de Pinus em combinação com vitamina C por 12 meses tiveram um a

0.0 nota
0
0
0
0
0

Seja o primeiro a avaliar “Fórmula Inibidora da Aromatase (Ginecomastia)”

Ainda não há avaliações

Perguntas e respostas

Ainda não há perguntas.

Faça uma pergunta

Sua pergunta será respondida pela loja ou por outro cliente.

Agradecemos sua pergunta!

Mail

Sua pergunta foi recebida e será respondida em breve.

Erro

Warning

Ocorreu um erro ao gravar sua pergunta. Entre em contato com o administrator do site. Informações adicionais:

Adicionar uma resposta

Agradecemos sua resposta!

Mail

Sua resposta foi recebida e será publicada em breve.

Erro

Warning

Ocorreu um erro ao gravar sua pergunta. Entre em contato com o administrator do site. Informações adicionais: